0

João Paulo é exceção à regra dentro do PT

Coluna Fogo Cruzado – 1º de agosto

João Paulo é o candidato a senador do PT que tem o maior índice de intenções de voto no país

De um modo geral, o PT não está bem na campanha eleitoral que se avizinha. Elegeu cinco governadores em 2010 e talvez não passe disto nas eleições de outubro próximo. Há quatro anos elegeu Tarso Genro (RS), Jaques Wagner (BA), Marcelo Deda (SE), Tião Viana e Agnelo Queiroz (DF). Tarso, Tião e Agnelo enfrentam uma reeleição difícil, Deda morreu e foi substituído por um peemedebista (Jackson Barreto) e o candidato de Wagner na Bahia, Rui Costa, é o terceiro colocado nas pesquisas de opinião. Além disso, dos novos candidatos a governador competem com alguma chance apenas cinco: Gleisi Hoffmann (PR), Fernando Pimentel (MG), Ângela Portela (RR), Camilo Santana (CE) e Wellington Dias (PI). Nesse contexto de dificuldades, pode-se dizer que o deputado João Paulo ocupa um lugar privilegiado. É o candidato a senador do PT que tem o maior índice de intenções de voto (37%) no Brasil.

O fantasma do desconhecimento

Avalia o economista Mauricio Romão que o candidato do PSB ao Governo do Estado, Paulo Câmara, poderá reagir nas próximas pesquisas se conseguir vencer o “fantasma do desconhecimento”. Afirma que o ex-secretário da Fazenda ainda é desconhecido por cerca de 60% dos eleitores (dados do Instituto Maurício de Nassau) e que de posse de 11 minutos no horário político do rádio e da TV ele pode fazer um guia eleitoral para ninguém botar defeito.

Cenário – Aliado do senador Armando Monteiro (PTB), que tem 43% de intenções de voto para governador, o prefeito de Garanhuns, Izaías Régis (PTB), não crê em mudança de cenário até a data das eleições. Ele prevê uma “debandada” de prefeitos para o palanque do PTB se na próxima pesquisa da TV Globo, a ser divulgada na próxima semana, a diferença for mantida.

Mistura – Goiana está cheia de propaganda de Armando Monteiro (PTB) para governador e Ricardo Costa (PMDB) para deputado estadual e quem faz é o prefeito Fred Gadelha (PTB).

Ausência – Devido à lesão do joelho, Inocêncio Oliveira (PR) não participará hoje em Serra Talhada da grande carreata de Paulo Câmara (PSB), Raul Henry e Fernando Bezerra Coelho.

Posse – O ex-deputado Emanuel Bringel (PSDB) já adquiriu num shopping do Recife o terno com que tomará posse na Alepe, na próxima 2ª feira, como suplente de Betinho Gomes (PSDB).

Chapa – O PSOL lançou dois candidatos a deputado estadual nessas eleições para ver se elege pelo menos um: Edilson Silva (foto) e Pedro Josephi. Este último liderou os protestos de rua no Recife, em junho do ano passado, em defesa do passe livre para estudantes da rede pública.

Piora – O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) tem a mesma opinião do ex-deputado Ulysses Guimarães (PMDB) externada num restaurante de Brasília pouco tempo antes de morrer num acidente de helicóptero no RJ: o próximo Congresso será sempre pior do que o anterior.

90 anos – Parte dos familiares de Miguel Arraes estará amanhã na cidade do Crato (CE) para participar da festa dos 90 anos de Almina, uma das irmãs do ex-governador. Eduardo Campos não deverá comparecer porque tem compromissos políticos em Pernambuco. Mas o tio Pedro Arraes de Alencar, filho caçula do ex-governador com Madalena Arraes, já confirmou que comparecerá.

Política – Dos políticos que pretendem disputar mandato nas próximas eleições, quatro informaram à Justiça Eleitoral que têm mais de 100 anos de idade. Com mais de 80 continuam fazendo política em Pernambuco os ex-deputados Osvaldo e Geraldo Coelho (Petrolina), o ex-prefeito Cintra Galvão (Belo Jardim) e o ex-vereador Liberato Costa Júnior (PMDB), que vai completar 97.

 

0

Dilma e Eduardo Campos estão tecnicamente empatados em Pernambuco

dilma rousseff - foto Abr

Os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT) e Eduardo Campos (PSB) estão tecnicamente empatados em Pernambuco, revela pesquisa do Ibope/Rede Globo divulgada nesta quinta-feira.

Dilma tem 41% das intenções de voto e o ex-governador, 37%. Como a margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos, a presidente pode ter entre 38% e 44% e o ex-governador entre 34% e 40%.

O terceiro colocado é o senador Aécio Neves (PSDB) com 6% das intenções de voto, seguido pelo Pastor Everaldo Pereira (PSC) com apenas 1%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 28 de julho com 1.204 eleitores em 57 municípios do estado.

Ela aferiu também como os pernambucanos avaliam o governo da presidente Dilma Rousseff e o resultado foi o seguinte: 10% de ótimo, 28% de bom, 34% de regular, 8% de ruim e 17% de péssimo.

Dilma é apoiada em Pernambuco pelos senadores Humberto Costa (PT) e Armando Monteiro Neto (PTB).

0

Eduardo e Marina fizeram campanha em Porto Alegre nesta quinta-feira

310714 - foto divulgação

O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, fez campanha em Porto Alegre nesta quinta-feira (31) em companhia de sua vice, Marina Silva (PSB).

Pela manhã, ele fez uma palestra na Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e depois concedeu uma coletiva de imprensa para falar sobre seu programa de governo, que será apresentado ao país na primeira quinzena do mês de agosto.

Também constou da agenda de ambos uma caminhada pelo centro da cidade em companhia do candidato do PMDB ao Governo do Estado, José Ivo Sartori, ex-prefeito de Caxias do Sul, e deputado federal e candidato a senador Beto Albuquerque (PSB).

Nesta sexta-feira (1º), Eduardo e Marina estarão na cidade de Pelotas (RS).

0

PT expulsa deputado que tem ligações com o PCC

Luiz Moura - Foto Dovulgação AL_SP

A executiva nacional do PT expulsou dos seus quadros, nesta quinta-feira, o deputado estadual Luiz Moura (SP) por suposto envolvimento com uma facção criminosa da capital paulista.

A decisão foi tomada por unanimidade, mas ainda precisa ser confirmada pelo Diretório Estadual em reunião que deverá ocorrer nesta sexta-feira.

O deputado foi afastado disciplinarmente por 60 dias por supostamente manter ligações com o PCC.

Embora notificado para apresentação de defesa, o deputado não compareceu à reunião da executiva estadual para expor suas contrarrazões.

Segundo o presidente do PT paulista, Emídio de Souza, foi dada ao parlamentar várias oportunidades para que ele desse explicações ao partido, mas ele não o fez.

O advogado do parlamentar, João de Oliveira, disse que examina a hipótese de recorrer da decisão ao diretório nacional para que ele tenha assegurado o direito de disputar a reeleição.

“Vamos primeiro tomar ciência das razões da expulsão e depois decidir que recurso será apresentado. Foi uma decisão ilegal, arbitrária e antidemocrática do partido e que afronta o seu próprio estatuto”, afirmou o advogado.

0

Bivar critica Dilma Rousseff por apoio dado ao “calote” argentino

Luciano Bivar - Foto Aldo Carneiro - Pernambuco Press

Luciano Bivar, presidente nacional do PSL e candidato a deputado federal nas próximas eleições, disse nesta quinta-feira que “não sabia se era pesadelo ou se estava vendo fantasmas” ao ver a presidente Dilma Rousseff dizer, na reunião do Mercosul, em Caracas, na última quarta-feira, que estava integralmente solidária ao “calote” dado pela Argentina aos seus credores internacionais.

Segundo ele, a diplomacia brasileira perdeu o senso da moralidade e da legalidade no governo da presidente Dilma.

“São por essas e outras tantas coisas que preciso de uma cadeira no Congresso para protestar radicalmente contra o comportamento diplomático do nosso país, que tem tirado nossa credibilidade internacional”, disse ele.

O PSL faz parte de uma coligação de mais cinco partidos, os quais deverão garantir uma vaga na Câmara Federal nas próximas eleições e o favorito é o próprio Bivar, caso as legendas totalizem pelo menos 200 mil votos.

0

Paulo Câmara é homenageado pelo Grupo de Executivos do Recife

310714 - foto wagner ramos

O candidato da Frente Popular ao Governo do Estado, Paulo Câmara (PSB), foi homenageado nesta quinta-feira (31) durante almoço promovido pelo Grupo de Executivos do Recife (GERE).

As contribuições dadas por ele à administração pública como auditor do TCE e secretário de Administração, Turismo e Fazenda foram exaltadas na ocasião como marcas do compromisso de Câmara com o desenvolvimento pernambucano.

“Vamos ampliar a criação das cadeias produtivas e potencializar a refinaria (Abreu e Lima), os estaleiros, a indústria automotiva, a de alimentos a de bebidas e a fármaco-química. Vamos dar um dinamismo econômico para que os pequenos e médios negócios sejam inseridos nesses grandes investimentos que estão se consolidando em Pernambuco”, disse ele.

Nesta sexta-feira, Paulo Câmara fará campanha no sertão pernambucano. O ponto alto da visita será uma grande carreata na cidade de Serra Talhada que serão comandada pelo ex-prefeito Carlos Evandro (PSB) e o deputado estadual Sebastião Oliveira (PR).

Também vão estar presentes dois candidatos a deputado estadual que serão votados lá: Lucas Ramos (PSB) e Rogério Leão (PR).

0

Campanha ainda não está ganha, diz o deputado João Paulo

João Paulo - Foto Alexandra Martins -Agência Câmara

O deputado e candidato a senador pelo PT, João Paulo, ao avaliar o resultado da pesquisa do Ibope/Rede Globo que atribui ao senador Armando Monteiro (PTB) 43% das intenções de voto para o Governo do Estado, ante 11% do candidato Paulo Câmara (PSB), disse que a eleição ainda não está ganha e que é preciso trabalhar muito para se chegar à vitória.

“Os números mostram que nós estamos no rumo certo, mas não podemos repousar em berço esplêndido com esse resultado. Vamos cada vez mais para as ruas, com todo gás da nossa militância”, disse ele.

João Paulo aparece na mesma pesquisa liderando a corrida pelo Senado com 37% das intenções de voto, ante 18% do ex-ministro da Integração, Fernando Bezerra Coelho (PSB).

0

Dilson Peixoto tem o apoio de Marília Arraes para a Câmara Federal

marília arraes - foto Carlos Vannoni

No espaço de apenas 72 horas, a vereadora recifense Marília Arraes (PSB) participou de dois eventos da chapa oposicionista ao Governo do Estado.

Na última segunda-feira, ela fez uma caminhada na cidade de Palmares ao lado do candidato do PTB ao Governo do Estado, senador Armando Monteiro, e ontem foi um dos políticos que discursaram no lançamento da candidatura do ex-vereador Dilson Peixoto (PT) à Câmara Federal.

Armando Monteiro também participou do evento, que se realizou no Teatro Boa Vista.

No palanque, estiveram presentes candidatos a deputado estadual, vereadores de diversos municípios do Estado, além do vice-presidente do PT-PE, advogado Bruno Ribeiro e do ex-prefeito do Recife e candidato ao Senado João Paulo.

Em seu discurso, Marília explicou os motivos pelos quais não apoia o primo, Eduardo Campos (PSB), para presidente da República nem Paulo Câmara para o Governo do Estado.

“Durante a minha formação eu aprendi que existem três pilares fundamentais na vida pública: militância política, preparo e coragem. Dilson tem todos esses elementos e tenho certeza de que ele vai fazer o seu papel na Câmara dos Deputados até melhor do que eu poderia fazer. Vou tomar conta dessa campanha como se fosse a minha!”, disse ela.

A vereadora, que foi bastante aplaudida durante o evento, também deixou claro que não se arrepende por ter abraçado o palanque da oposição.

“O povo pernambucano sabe qual é o lado de lá e o lado de cá. Eu resolvi ficar do lado de cá, que é o lado correto. Pernambuco nunca teve dono”.

O senador Humberto Costa (PT), que coordena a campanha de Dilma em Pernambuco, elogiou a vereadora por ter rompido com a Frente Popular.

E Dilson Peixoto complementou: “Marília carrega consigo a rebeldia, a vontade de não se curvar para algo que foge do que sempre defendeu. Marília é o símbolo de um Estado que não se dobra. Esse apoio me convence de que estou no caminho certo. Tenho orgulho de defender as bandeiras e a tradição da família dela”, disse o ex-vereador.

0

Serra lidera para o Senado, mas Suplicy está na cola dele

josé serra_foto valter campanato-ABr

Pesquisa do Ibope/Rede Globo divulgada ontem aponta o ex-prefeito de São Paulo, José Serra (PSDB), liderando a corrida naquele Estado para o Senado com 30% das intenções de voto.

O segundo colocado é o senador Eduardo Suplicy (PT), que postula a reeleição, com 23% das intenções de voto.

Já o ex-prefeito da capital, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, está na terceira colocação com apenas 5%.

De acordo ainda com o Ibope, o primeiro colocado para o

Senado em Brasília é o deputado federal Reguffe (PDT), com 31% das intenções de voto, seguido por Magela (PT) com 16% e o senador Gim Argello (PTB) com 13%.

Em Minas, o 1ª colocado para senador é o ex-governador Antonio Anastasia (PSDB) com 38% das intenções de voto, seguido pelo candidato do PMDB, Josué Gomes, filho do ex-vice-presidente José Alencar, com 7%.

No Rio, o primeiro colocado é o deputado federal Romário (PSB) com 24% das intenções de voto, seguido pelo ex-prefeito César Maia (DEM) com 17%. O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, tem apenas 3%.

0

Aécio diz que fará no Nordeste o mesmo que fez em Minas Gerais

Aécio Neves - Foto Orlando Brito

Em coletiva de imprensa, nesta quinta-feira, na cidade de Belo Horizonte, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse que se for eleito fará pelo Nordeste o mesmo que fez por Minas Gerais e extinguirá metade dos atuais 39 ministérios.

O senador esteve em Minas para inaugurar na capital o seu comitê de campanha. Veja, abaixo, trechos de sua entrevista:

Sobre o Nordeste - “O Nordeste merecerá uma atenção toda especial, não na campanha, mas no governo. Levaremos o exemplo do que fizemos em Minas Gerais, onde ao final do nosso mandato tínhamos gasto três vezes mais per capita na região mais pobre de Minas do que nas regiões mais ricas. Você só diminui as desigualdades tratando os desiguais de forma desigual. Estamos construindo um plano para o Nordeste de investimentos, com um grande choque de infraestrutura, atração de novos investimentos, inclusive, com regras tributárias específicas. Estarei na semana do dia 12, 13 e 14 viajando a todos os estados do Nordeste, apresentando à discussão da academia, das universidades, das organizações sociais, dos governantes, prefeitos e governadores uma base de uma proposta para o Nordeste”.

Aécio diz que fará no Nordeste o mesmo que fez em Minas Gerais – “A percepção que tenho, e isso é crescente, que em cada lugar por onde passo mais claro ainda fica o sentimento da mudança. Ele é crescente no Brasil. Por isso tenho uma enorme confiança de que a força de Minas vai inspirar várias outras regiões do Brasil. Vamos ter uma bela vitória e a partir de 1º de janeiro honrar cada voto que recebermos de cada brasileiro”.

Sobre corte de ministérios – “O ex-governador Antonio Anastasia está incumbido por mim de preparar o desenho da nova estrutura do governo. Tenho até citado um estudo da Universidade norte-americana de Cornell, que avaliando mais de 100 países chegou à conclusão de que aqueles que têm entre 21 e 23 Ministérios são os que apresentam melhores resultados. Acho que esse é um número adequado. Isso não significa que ações que são hoje comandadas por ministérios tenham menor relevância no governo. Ao contrário, desburocratização, simplificação e transparência serão marcas do nosso governo. Muitas ações específicas continuarão a ter vigor, a preocupação do governo, mas serão tratadas sem a burocracia ministerial. Quero diminuir os ministérios, diminuir os cargos de livre nomeação e fazer com que o governo funcione. Porque hoje o governo não ajuda e começa a atrapalhar a quem quer empreender no Brasil”.