0

Eduardo lança Paulo Bornhausen para disputar o Senado por SC

310714 - divulgação

O candidato do PSB à Presidência da República, Eduardo Campos, lançou ontem à noite em Itajaí (SC) a candidatura do deputado federal Paulo Bornhausen (PSB) à vaga do Senado.

O evento aconteceu na Sociedade Cultural Tiradentes e reuniu políticos do PSDB, PP e PSB, partidos que estão coligados no Estado.

“Nossa coligação tem a honra de ser apoiada por dois candidatos à Presidência porque é 100% oposição ao governo federal”, disse o deputado Paulo Bornhausen que apóia para o governo estadual o senador Paulo Bauer (PSDB).

O presidenciável do PSB desembarcou no Aeroporto de Navegantes às 19h25min e foi recepcionado por Bornhausen e pelo vice-governador Joares Ponticelli (PP).

Paulo Bauer (PSDB), candidato a governador, não acompanhou Eduardo Campos. Segundo sua assessoria, ele teve que viajar às pressas para Curitiba porque um de seus irmãos sofreu uma embolia pulmonar.

Itajaí foi a única cidade de Santa Catarina visitada ontem por Eduardo Campos. A escolha da cidade foi sugerida pelo candidato a senador por ser reduto eleitoral da família Bornhausen.

Ainda ontem, logo depois do evento, o presidenciável embarcou para Porto Alegre, onde cumpre agenda de campanha nesta quinta-feira.

0

PSDB vai questionar a ida de ministros de Dilma à CNI

garibaldi_alves_foto_agencia_senado

O PSDB anunciou hoje (31) que pretende entrar com uma ação na Justiça para questionar a ida de vários ministros, ontem, à CNI (Confederação Nacional da Indústria), para assistir à sabatina a que se submeteram os três principais candidatos à Presidência da República: Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB).

“Estou fazendo um levantamento dos ministros do governo federal e de todos os funcionários públicos que estavam no ato de campanha durante horário de trabalho”, disse o presidenciável Aécio Neves.

De acordo com os “olheiros” do PSDB, estavam na platéia durante a sabatina de Dilma Rousseff os ministros da Previdência, Garibaldi Alves Filho; do Desenvolvimento, Mauro Borges; da Ciência e Tecnologia, Clélio Campolina; da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos; da Casa Civil, Aloizio Mercadante; da Comunicação Social, Thomas Traumann e da Fazenda, Guido Mantega.

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) também integrou a comitiva presidencial, além dos presidentes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho; e do Banco do Brasil, Aldemir Bendine.

O PSDB vai questionar a presença dos ministros num ato eleitoral em horário de trabalho. Mas, segundo o presidente nacional do PT, deputado Rui Falcão, a ida deles à sabatina não transgrediu nenhuma norma ou regulamento.

0

Genoíno já pode abater 32 dias no cálculo da pena a que foi condenado

jose genoino_foto agencia brasil

A juíza Leila Cury, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, reconheceu ontem que o ex-deputado José Genoino (PT-SP) já tem direito a abater 32 dias da pena a que foi condenado. Com isto, ele já pode sair da prisão por ter cumprido um sexto da pena.

Todavia, a decisão de autorizar a progressão do regime semiaberto para o aberto, a ser cumprido em casa, caberá ao Supremo Tribunal Federal.

Segundo a magistrada, além dos dias trabalhados na prisão – algo que o ex-deputado Pedro Corrêa também está fazendo em Pernambuco – Genoíno fez cursos de Introdução à Informática e Internet e de Direito Constitucional. E isso pode ser computado para abater a pena.

A última palavra, no entanto, será do ministro Luís Roberto Barroso, novo relator do processo do mensalão.

Na semana passada, a defesa de Genoino requereu a transferência dele do regime semiaberto para o aberto.

Ele foi condenado a 4 anos e 8 meses de prisão por corrupção ativa no processo do mensalão.

0

Ministro Joaquim Barbosa dá adeus ao STF

Joaquim-Barbosa - Foto Agência Brasil

O Diário Oficial da União desta quinta-feira (31) publica o ato de aposentadoria de Joaquim Barbosa do cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal.

Ele tem 59 anos de idade e poderia ficar no cargo até os 70. Mas para não ser presidido pelo ministro Ricardo Lewandowsky, com quem protagonizar vários embates durante o julgamento do processo do mensalão, antecipou o pedido de aposentadoria.

A volta das sessões no STF, após período de recesso, está marcada para amanhã. Antes de deixar o STF, Barbosa marcou para aquela data (1º de agosto) a eleição do seu substituto, que deverá ser o próprio Lewandowski.

Indicado pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Barbosa foi o relator da Ação Penal 470 (mensalão) que mandou para a cadeia, entre outros, os ex-deputados Pedro Corrêa, José Dirceu, José Genoíno, Pedro Henry, João Paulo Cunha e Valdemar Costa Neto.

0

Empate técnico em Minas entre Pimenta e Pimentel

pimenta-da-veiga-foto-Arquivo-PSDB

De acordo com pesquisa do Ibope/Rede Globo divulgada ontem, os dois principais candidatos ao Governo de Minas, Pimenta da Veiga (PSDB) e Fernando Pimentel (PT), estão tecnicamente empatados.
Pimentel, que foi prefeito de Belo Horizonte e ministro de Dilma Rousseff, tem 25% das intenções de voto, ante 21% de Pimenta da Veiga que é o candidato do presidenciável Aécio Neves (PSDB).

O candidato do PSB, Tarcísio Delgado, ex-prefeito de Juiz de Fora, aparece com 3%, ao passo que André Alves (PHS) e Eduardo Ferreira (PSDC) têm 2%.

Delgado foi lançado candidato para atender a uma exigência de Marina Silva, vice de Eduardo Campos, que vetou uma aliança do PSB com o PSDB naquele Estado.

0

Garotinho lidera no Rio e começa a abandonar Dilma Rousseff

anthony-garotinho- foto Leonardo Prado-Agência Câmara

O deputado federal Anthony Garotinho (PR) lidera a corrida eleitoral pelo Governo do Rio de Janeiro com 21% das intenções de voto, segundo pesquisa divulgada ontem pelo Ibope/Rede Globo.

O segundo colocado é o senador Marcelo Crivella (PRB) com16%, o terceiro o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) com 15% e o quarto o senador Lindberg Farias (PT) com 11%.

Apesar de estar na liderança, Garotinho tem o maior percentual de rejeição: 44%.

Surpreendentemente, os quatro candidatos apóiam a presidente Dilma Rousseff (PT) à releição. Mas por achar que a presidente estaria torcendo por Pezão, Garotinho está correndo dela e Lindberg se aproximando do presidenciável Eduardo Campos (PSB).

0

“Agora é que é hora de trabalhar”, diz Armando Monteiro

armando monteiro - joão paulo - paulo rubem _ foto Léo Caldas-Divulgação

O candidato do PTB ao Governo de Pernambuco, Armando Monteiro Neto (PTB), recebeu com tranquilidade o resultado da pesquisa Ibope/Rede Globo, divulgada ontem que o aponta com 43% das intenções de voto, ante 11% do candidato Paulo Câmara (PSB).

Zé Gomes (PSOL) tem 2% e Jair Pedro (PSTU), Miguel Anacleto (PCB) e Pantaleão (PCO) estão empatados com 1%.

“Agora é que é hora de trabalhar”, disse o senador pernambucano ao comentar os números da pesquisa. Brancos e nulos somam 19% e 22% se disseram indecisos.

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 28 de julho com 1.204 eleitores de 57 municípios do Estado e sua margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

A pesquisa aferiu também a taxa de rejeição dos candidatos, que é a seguinte: Pantaleão: 26%, Zé Gomes: 24%, Jair Pedro 21%, Paulo Câmara: 20%, Miguel Anacleto 19% e Armando Monteiro 14%.

Para o Senado, o ex-prefeito do Recife e deputado federal, João Paulo (PT) está em 1º lugar com 37% das intenções de voto, seguido por Fernando Bezerra Coelho (PSB) com 16%, Simone Fontana (PSTU) com 3% e Albanise Pires (PSOL) com 1%.

0

Alckmin venceria no 1º turno se a eleição fosse hoje

Geraldo Alckmin - foto marcelo camargo ABr

Está provado que a maioria do povo de São Paulo gosta do PSDB apesar de esse partido estar à frente do Governo do Estado há 20 anos.

Pesquisa do Ibope divulgada ontem (30) aponta o governador Geraldo Alckmin (PSDB) com 50% das intenções de voto como candidato à reeleição, ante 11% de Paulo Skaf (PMDB) e 5% de Alexandre Padilha (PT).

Se a eleição fosse hoje, Alckmin a venceria no primeiro turno. Brancos e nulos somam 15% e não sabem ou não quiseram responder, 14%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 28 deste mês com 1.512 eleitores de 78 municípios do Estado. E sua margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. Ela foi encomendada pela Rede Globo de Televisão.

O Ibope aferiu também a rejeição dos candidatos e chegou aos seguintes números: Alexandre Padilha tem 19%, Alckmin 18% e Skaf 13%.

Sobre o governo Geraldo Alckmin, que tem cara de pessoa boa e séria, 40% o consideram “ótimo ou bom”, 38% “regular” e 19% “ruim ou péssimo”.

0

Lossio já está dando expediente na Prefeitura de Petrolina

julio-lossio - foto gilson pereira

Devido às trapalhadas do presidente da Câmara Municipal, Osório Siqueira (PSB), que durante sua interinidade na Prefeitura de Petrolina demitiu dois secretários que não eram seus, o prefeito Júlio Lóssio (PMDB) antecipou seu retorno ao cargo, ontem, e nesta quinta-feira já está dando expediente no Paço Municipal.

O prefeito havia pedido uma licença de 60 dias para tratamento de saúde (sofreu um acidente vascular cerebral no dia 24 de julho e em razão disso submeteu-se a uma cirurgia intracraniana, em São Paulo). Mas foi obrigado a interrompê-la por não confiar no interino.

Confiava no vice, Guilherme Coelho (PSDB), que se negou a assumir para não ficar inelegível (é candidato a deputado federal nas próximas eleições).

Osório Siqueira ficou no cargo durante 19 dias mas poderia ter ficado mais 41 se não tivesse tentado atrapalhar a gestão do prefeito eleito.

0

Pesquisa Ibope/Rede Globo mostra Armando com 43% e Paulo Câmara com 11%

Armando Monteiro _ Foto Leo Caldas

A primeira pesquisa de intenções de voto encomendada pela Rede Globo ao Ibope mostra o senador Armando Monteiro Neto (PTB) liderando, com folga, a corrida eleitoral pelo Governo de Pernambuco.

O petebista tem 43% das intenções de voto, ante 11% do candidato da Frente Popular, Paulo Câmara (PSB).

O terceiro colocado é o candidato do PSOL, José Gomes, com 2% das intenções de voto. Eleitores indecisos somam 19%, e não sabem ou não quiseram responder, 22%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 26 e 28 deste mês com 1.204 questionários e sua margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Além de estar à frente da corrida eleitoral, o senador Armando Monteiro é o candidato menos rejeitado.

Disseram que não votam nele de jeito nenhum 14% dos pernambucanos, ante 20% que responderam que não votam em Paulo Câmara.

O Ibope ouviu também os eleitores sobre o governo de João Lyra Neto. A administração estadual é considerada ótima por 3% dos eleitores, boa por 19%, regular por 40%, ruim por 7% e péssima por 9%.

Nesta quinta-feira, dia 31, o Ibope divulgará o resultado da pesquisa para o Senado.